COMPARTILHAR

A Nintendo obteve o maior lucro operacional do terceiro trimestre fiscal (de outubro a dezembro de 2017) em oito anos. É o que afirma o Business Insider. O resultado foi impulsionado pela alta demanda o Switch, novo console da marca. Com isso, a expectativa da empresa é que o ganho anual seja acima do esperado.

Lançado em março do ano passado, o Switch rapidamente se tornou popular, valorizando as ações da Nintendo. No Q3, a empresa registrou lucro operacional de 116,50 bilhões de ienes (US$ 1,07 bilhão). O resultado é quatro vezes maior que o período passado. Para o ano fiscal, a fabricante elevou a previsão de lucro de 120 bilhões de ienes (US$ 1,1 bilhão) para 160 bilhões de ienes (US$ 1,47 bilhão).

Outra previsão positiva da empresa é a das vendas do console. De outubro a dezembro, 7,2 milhões de Nintendo Switch foram vendidos. A fabricante espera vender, até o fim do ano fiscal, 15 milhões de unidades – um milhão a mais que a meta inicial. Vale lembrar que o novo videogame já ultrapassou as vendas do Wii U – 13,56 milhões.

No novo ano fiscal, a partir de abril de 2018, a empresa esperar vender 20 milhões de unidades do console.

Se o Switch foi bem, jogos mobile nem tanto…

Os esforços da Nintendo em emplacar jogos mobile não foram satisfatórios. A empresa lançou quatro títulos nos dois últimos anos. Recentemente, a empresa abandonou o Miitomo por baixa demanda. E embora Pokémon GO seja um sucesso, a empresa só recebe o lucro através da Niantic, a desenvolvedora do game.

Como uma tentativa de atrair um público mais jovem ao novo console, a Nintendo vai lançar em abril o Labo. O conjunto de acessórios feitos de papelão pode se tornar uma casinha, um piano e até mesmo um robô.