COMPARTILHAR

A startup Revoada vai representar o Brasil na final global do Chivas Venture 2018. A empresa de Porto Alegre usa câmera de pneu de nylon e materiais de guarda chuva como matéria prima para seus produtos. O projeto reutiliza materiais descartados, reduzindo o impacto no meio ambiente e ajudando na renda de catadores de lixo e borracheiros.

Atualmente 200 mil toneladas de lixo são produzidas no Brasil por dia. Meio milhão de pessoas trabalham e vivem do lixo no país e o Revoada impacta diretamente essa realidade. A startup participou da disputa final com outros dois projetos: Moradigna e PrintGreen 3D.

“A startup me impressionou pela simplicidade e pela capacidade que tem de causar impacto positivo em toda a indústria da moda, desde os fornecedores até os clientes finais. Tenho certeza de que irão representar muito bem o Brasil no The Venture Global”, comentou Gustavo Caetano, fundador do Samba Tech e embaixador do projeto no Brasil.

Chivas Venture 2018

Desde 2014, o concurso já recebeu quase seis mil inscrições. Os modelos de negócios já impactaram mais de 300 mil vidas por projetos desenvolvidos em 40 países.

Neste quarto ano, 29 países em seis continentes estão envolvidos na disputa. Os projetos devem selecionar seus representantes para competir em uma etapa final e em escala global.

Uma empresa por país será nomeada e poderá participar de um exclusivo Programa de Aceleração. A iniciativa acontece em março de 2018, em Oxford, na Inglaterra. Os projetos terão três semanas de votação pública para alocar 200 mil dólares do fundo entre os negócios escolhidos.

Na final global, as startups devem fazer um pitching visando uma parcela dos 800 mil dólares disponibilizados pelo fundo.