Notícias

Após cinco anos de queda, mercado brasileiro de PCs volta a crescer

Após cinco anos de resultados negativos, o mercado brasileiro de PCs voltou a crescer no primeiro trimestre de 2017. Entre janeiro e março, foram vendidos 1.1 milhão de máquinas. Ou seja, 5% a mais que no mesmo período de 2016. As informações são do novo relatório da IDC Brasil e divulgadas na terça (27).

Segundo o IDC Brazil PCs Tracker Q1, do total vendido, 405 mil unidades foram desktops e 701 mil notebooks. Os produtos destinados ao consumidor representam 65% do mercado total. Já o segmento corporativo foi responsável pela compra de 35% dos computadores, o que representa 340 mil aparelhos.

Para o analista de pesquisa da IDC Brasil Pedro Hagge, o resultado mostra uma estabilização do mercado brasileiro. “A melhora aconteceu devido ao fim da oscilação do dólar, às promoções realizadas pelos varejistas para incentivar a compra e ao aumento da confiança do setor corporativo para investir”, pontua.

Ticket médio influenciou no desempenho

O estudo da IDC mostrou que o ticket médio no período foi de R$ 2.141, 22% a menos do que no primeiro trimestre de 2016. No ano passado, o mercado ainda trabalhava com o dólar mais alto e tinha média de preço de R$ 2.750. “O consumidor brasileiro é muito sensível a preço e a queda de mais de R$ 600 nos computadores foi um ponto decisivo para que o mercado voltasse a crescer”, completa Hagge.

Para 2017, a IDC Brasil espera a manutenção no mercado de PCs com 4,5 milhões de unidades vendidas. Desse total, 1,6 milhão de desktops e 2,9 milhões de notebook. A previsão é de um leve crescimento de 1,2% na comparação com o ano de 2016, e receita de R$ 9,6 bilhões.

Dell lidera mercado brasileiro de PCs no Q1

O estudo ainda mostrou que a Dell continua líder do mercado brasileiro de PCs. No primeiro trimestre deste ano, a fabricante teve participação de 26,3% do total das vendas no período. A empresa ainda se manteve na primeira posição nas principais categorias de computadores: desktops (24,7%), notebooks (27,2%) e workstations (55,5%).

Kayn é o mais novo Campeão de League of Legends
Previous post

Kayn é o novo Campeão de League of Legends

Estudante é preso após exigir pagamento para devolver iPhone perdido
Next post

Estudante é preso após exigir pagamento para devolver iPhone perdido

Thulio Falcão

Thulio Falcão

Eu sou jornalista e gosto de brindar. Na falta de um par, brindo só. O importante é o copo cheio. Nada melhor que jogar videogame ou discutir tecnologia num boteco de esquina.