Notícias

WhatsApp irá compartilhar dados dos usuários com o Facebook

Quando o Facebook comprou o WhatsApp muito foi questionado sobre a privacidade dos usuários que usam o mensageiro. A plataforma chegou a anunciar que iria atuar de maneira independente, deixando também de cobrar pelo serviço. Foram muitas especulações. Entre elas, a de um modelo de negócio integrado. O WhatsApp queria ser uma ferramenta em que os usuários poderiam realizar check-ins de voos, entre outras demandas. Eis que esse dia chegou, mas não do jeito que era imaginado.

O WhatsApp anunciou uma grande mudança na política de privacidade do aplicativo. Caso você aceite os novos termos, seus dados serão compartilhados com o Facebook e todos os outros aplicativos da empresa de Mark Zuckerberg. O que isso significa? Que a plataforma irá descobrir mais ainda de você. Saber qual o sistema operacional de seu aparelho, a resolução de tela, operadora, a frequência que você usa o aplicativo. Até mesmo o número de seu telefone que você usou para verificar uma conta.

No blog do WhatsApp, a empresa explica que o compartilhamento de dados irá prevenir os usuários de diversos spams no mensageiro. A integração com o Facebook irá permitir também melhores sugestões de amigos (?) e publicidades relevantes. Claro, uma vez que a empresa irá ganhar em cima de suas informações, as marcas também irão. Com elas, poderão redirecionar um produto específico, que elas sabem que você quer ou já consumiu.

Essa mudança no WhatsApp é mais um capítulo de toda essa discussão sobre a privacidade do usuário. Nesta semana, me deparei com o Facebook fazendo automaticamente vídeos com as fotos que tirei ao longo dos dias e me questionando se eu não queria publicar nas redes sociais. Já percebi também que qualquer novo contato adicionado a agenda do meu celular, se o número possuir WhatsApp, automaticamente a pessoa me aparece no Facebook e Instagram como sugestão de amigos.

Confesso também que essa postura do WhatsApp pode ter muito relação com a briga do Facebook contra os bloqueadores de ads. O mensageiro também não deixa claro quais serão os dados compartilhados, mas deixa uma janela aberta. No texto publicado no blog, o WhatsApp chegou a dizer que o Facebook e outras plataformas não terão acesso ao conteúdo criptografado do aplicativo. Mesmo com essas mudanças na política de privacidade, o WhatsApp não dá o direito do usuário não querer compartilhar suas informações.

Posso querer não compartilhar as informações do WhatsApp?

Os motivos para isso não foram divulgados, mas o WhatsApp dá a escolha do usuário compartilhar ~parcialmente~ os dados. Se o aplicativo ainda não foi atualizado e você não aceitou os novos termos, antes de tocar Aceitar, clique em Leia. Você verá um botão de controle ao final da tela. Caso você não queira que os dados de sua conta sejam compartilhados com o Facebook para melhorar suas experiências com anúncios e produtos do Facebook, você poderá desmarcar esta opção ou alternar o botão de controle.

b9de89e3538cf60a3a537a688940087593ee25e0

 

Se você já aceitou os Termos de Serviço e Política de Privacidade atualizados, você terá 30 dias adicionais para fazer esta escolha. Basta ir em Configurações ou Ajustes >Conta > Compartilhar os dados da minha conta no aplicativo. Caso você não queira compartilhar os dados da sua conta com o Facebook, é só desmarcar a opção.

c2a282ee02667aebf8b38b856962c11291f7fa7e

O que você achou dessa mudança do WhatsApp? Acha que o pessoal vai migrar para outros aplicativos ou continuará usando o mensageiro?

Previous post

Smart TVs 4K de luxo da LG chegam ao Brasil a partir de R$ 14 mil

cibercriminosos utilizam janela do Windows
Next post

Cibercriminosos utilizam janela do Windows para roubar dados

Thulio Falcão

Thulio Falcão

Eu sou jornalista e gosto de brindar. Na falta de um par, brindo só. O importante é o copo cheio. Nada melhor que jogar videogame ou discutir tecnologia num boteco de esquina.