Notícias

Wi-Fi Business da Oi: solução corporativa quer expandir experiência do cliente

SÃO PAULO* – Receber atendimento diferenciado talvez seja um desejo de muito consumidor. Entrar num bar e os garçons saberem a sua cerveja favorita, ou receber descontos em compras por ser cliente frequente de determinada loja. Isso até pode acontecer de maneira tradicional (e-mail marketing, SMS e afins), mas a Oi quer usar outras tecnologia para expandir a experiência personalizada do usuário com o Wi-Fi Business.

A novidade é um pacote de soluções para os mercados de Varejo, Hotelaria, Saúde, Educação e Financeiro. Empresas desses setores, através de dados coletados via Wi-Fi, conseguem trazer experiências diferenciadas para o seus consumidores. Como assim? Se você é cliente frequente de determinado hotel e sempre pede um travesseiro extra, após algumas estadias, a companhia consegue entender que você sempre demanda pelo serviço. Através dessas análises, ela vai se antecipar e já deixar um travesseiro extra em sua próxima hospedagem.

Mas claro que há um porém. Dependendo da empresa, o usuário precisará, além do Wi-Fi, estar com o Bluetooth ativo ou até mesmo baixar um aplicativo próprio. Segundo o diretor de TI do B2B da Oi, Luis Carlos Faray, isso não é uma barreira, já que as marcas “terão meios de engajar o consumidor e levá-los a uma experiência personalizada”.

Mercado principal do Wi-Fi Business

Inicialmente, a Oi vai focar o produto para grandes empresas. Um dos motivos é a aceitação delas pela transformação digital. Em conversa com Faray, ele disse que ainda há um trabalho para se fazer em pequenas e médias empresas. “Nem sempre elas estão abertas a novos negócios. Há o receio de investir em tecnologia”, explicou o executivo.

Luis Carlos Faray e Cátia Tokoro apresentaram solução para jornalistas em São Paulo. Foto: Thulio Falcão/Tecnosense

Faray citou também que a empresa não descarta roadshows ou workshops para apresentar o Wi-Fi Business às PMEs. “Mas elas poderiam contratar a solução através de um marketplace, no próprio site da Oi. Elas colocariam no carrinho os serviços de acordo com as necessidades delas. É algo que estamos trabalhando ainda”, disse.

Em relação ao modelo de negócio, a solução será vendida como serviço. Ou seja, não há um valor definido. Como o Wi-Fi Business é um ecossistema de rede Wi-Fi, equipamentos de conectividade, realidade aumentada, analytics, IoT e aplicações, as empresas vão pagar por aquilo que contrataram.

Previsões

Com a solução, a telecom espera atingir até 50% da carteira de clientes nos próximos três anos – atualmente são pouco mais de 6 mil. Quanto ao investimento, a Oi afirmou que nos três últimos anos, foram mais de US$ 100 milhões na área de TI e segurança, mas não especificou quanto foi destinado ao Wi-Fi Business.

Em meio a uma recuperação judicial, a Oi também traçou uma estratégia para mostrar que a nova solução vale a pena. A ideia é intensificar as visitas aos principais clientes da empresa. “Aquelas conversas olho no olho com nossos principais clientes, como a gente faz com os executivos”, pontuou Cátia Tokoro, diretora de B2B da Oi.

*O jornalista viajou a São Paulo a convite da Oi.

[Análise] Zenfone 3 Zoom da Asus
Previous post

[Análise] Zenfone 3 Zoom da Asus

seo recife bitcoin boa viagem
Next post

Recife já tem 4G da TIM na faixa 700 MHz

Thulio Falcão

Thulio Falcão

Eu sou jornalista e gosto de brindar. Na falta de um par, brindo só. O importante é o copo cheio. Nada melhor que jogar videogame ou discutir tecnologia num boteco de esquina.