COMPARTILHAR

A Jump Brasil, aceleradora de negócios do Porto Digital e localizada no bairro de Santo Amaro, no Recife, lançou a chamada do primeiro ciclo de aceleração. Os empreendedores que desejam participar da seleção têm até o dia 29 de maio para submeter os projetos de negócios. Ao todo, cinco startups serão selecionadas.

Leia também:
Venda de ingressos para a Campus Party Recife começa nesta segunda

Sede da nova aceleradora do Porto Digital fica no bairro de Santo Amaro, no Recife
Sede da nova aceleradora do Porto Digital fica no bairro de Santo Amaro, no Recife

No primeiro momento, é preciso preencher o formulário disponível no site da Jump Brasil, além de anexar um vídeo de dois minutos que apresente a startup e por que ela deve ser acelerada. Os empreendimentos aprovados nesta etapa farão uma entrevista presencial na sede da Jump. Os cinco finalistas irão assinar, então, um contrato de participação societária.

“Trata-se de uma contrapartida aos recursos investidos, infraestrutura e serviços aportados. A sociedade será de 6% a 12%, a depender do estágio de desenvolvimento do negócio”, explica o gerente de aceleração da Jump Brasil, Pedro Souza.

Os aprovados passarão por um processo de aceleração realizado em cinco meses. Nesse período, as empresas receberão um aporte financeiro de R$ 40 mil cada para a estruturação de seus modelos de negócios, além de capacitação, mentoria, consultoria empresarial, conexão com investidores, seminários e outras atividades para seu desenvolvimento.

Cinco startups aprovadas na chamada da Jump Brasil passarão por um processo de aceleração realizado em cinco meses.
Cinco startups aprovadas na chamada da Jump Brasil passarão por um processo de aceleração realizado em cinco meses

“Durante o processo, os empreendedores passarão pelas etapas de descoberta, validação e aquisição de clientes, culminando com a realização de um ‘investorsday’, quando as startups serão apresentadas aos investidores”, complementa Souza.

Jump Brasil
A aceleradora de negócios do Porto Difital foi inaugurada nesta quarta-feira (29). O objetivo da é capacitar empresas para atração de investidores e contribuir para o desenvolvimento econômico local por meio de negócios lucrativos e consistentes.

“O público-alvo da Jump Brasil são as empresas que já apresentam alguma maturidade no seu modelo de negócios e com perspectivas de atender às demandas do mercado. Startups em diferentes estágios podem ser apoiadas pelo nosso programa de incubação”, comenta o presidente do Porto Digital, Francisco Saboya.

Ao todo, serão investidos R$ 20 milhões por um período de cinco anos para estruturação de startups, promoção de eventos, reforma e manutenção da estrutura física da Jump. Os recursos são oriundos do Grupo Jereissati Participações.

Serviço
Chamada para o primeiro ciclo de aceleração
Inscrições até 29/05
Formulário, texto de chamada e demais informações disponíveis em www.jumpbrasil.com

Fotos: Beto Oliveira/Divulgação