COMPARTILHAR

por Jailton Danilo da Silva* – Passamos por mudanças tecnológicas dentro das companhias de todas as áreas e setores e, embora as organizações enxerguem a tecnologia como recurso fundamental no desenvolvimento dos negócios, muitas encaram como commodity. Inúmeras empresas estão, inclusive, atrasadas quanto a adoção e o uso de determinadas ferramentas.

Leia outros artigos no Tecnosense.

Manter em mente que as empresas devem ser visionárias e diferentes motores tecnológicos podem ser adotados para aprimorar negócios se torna um diferencial, especialmente em uma época onde as mudanças estão relacionadas aos serviços oferecidos e as tecnologias precisam de alinhamento com as estratégias da empresa.

startupsCom as soluções mais próximas do negócio, passamos a focar em ferramentas que tragam inovações e auxiliem na redução de gastos, aumento da produtividade e colaboração dos funcionários. Além de, claro, aperfeiçoar a experiência do usuário final. Resultado: entrega de soluções mais rápidas e o cliente mais satisfeito. A empresa se torna mais competitiva no mercado.

As empresas buscam qualidade, não apenas valor. Os clientes, hoje em dia, contam com muito mais acesso à informação, conseguem interagir com outros usuários, trocam ideias, comparam e recomendam serviços. Basta um toque no dispositivo e pronto – lá está sua avalição para todos acessarem.

Na área de serviços financeiros, por exemplo, cada vez mais as pessoas preferem interagir por meio de dispositivos móveis – seja por comodidade, segurança ou rapidez. Como resposta, as instituições encontraram nos aplicativos uma forma de continuar em contato com seus clientes – sem deixar de atendê-los da melhor maneira.

A tecnologia permite que cada vez mais, esses atendimentos aconteçam de forma personalizada, priorizando o usuário final, mas sem comprometer a segurança dos dados e resultados da empresa.

Vale a pena se atentar à algumas tendências nesta promessa de transformação para os próximos anos:

10 seo artigo tecnologia inovaçãoAutomatização de negócios e processos:

Já é possível encontrar no mercado ferramentas que automatizam processos repetitivos (RPA) e permitem a construção de soluções digitais que conectem sistemas e serviços com pessoas e produtos. Ao conectar informações por toda a companhia e a automatizar propostas e processos via workflow, eliminamos perdas e diminuímos o tempo de processo, criando cadeias de suprimentos mais enxutas que atendem mais rápido as necessidades dos clientes.

Chatbots:

A força de trabalho passa por um processo de reformulação baseado em motores de inteligência artificial, como chatbots, capazes de cuidar de processos como atendimento ao cliente de forma personalizada, suporte para vendas e edição de script de forma digitalizada. Importante destacar que as máquinas não devem ser vistas como uma ameaça ao futuro de trabalho e sim como ferramenta de colaboração – onde a criatividade e inovação do ser humano se complementa com a agilidade e precisão dos robôs.

Design Thinking:

Outra promessa para o futuro dos negócios é o Design Thinking. A ideia é que se busque uma solução prática para um problema real e o desenvolvimento dos processos e todas as etapas do design thinking giram em torno do usuário final.

A aplicação deste processo leva tempo e passa por etapas – envolvendo um time de pessoas que, juntas, irão buscar formas de solucionar os problemas.

24 seo ciencia de dados qlikOmnichannel:

Explore todas as possibilidades de interação para aumentar a visibilidade e satisfação dos clientes. Novamente focado no usuário final, as empresas devem estar em diversos canais, atendendo de formas diferentes um público variado de consumidor, esteja ele online ou offline. É necessário estar preparado para interagir e propostas personalizadas, que irão trazer o usuário mais próximo da organização – permitindo que, cada vez mais, saibamos aonde podemos atender suas necessidades com mais precisão.

Avalie e estude para onde está indo o investimento da sua empresa e quais áreas podem ser aprimoradas e desenvolvidas com a tecnologia específica e crie um círculo vicioso de sucesso do cliente alinhado ao sucesso do seu negócio.

*Jailton Danilo da Silva é executivo de vendas da Fujitsu no Brasil.