COMPARTILHAR

O quanto você acha que a tecnologia influencia no seu dia a dia? Já imaginou entrar em uma loja de roupa, escolher uma peça e pagar tudo de forma automatizada, sem enfrentar filas? E em um supermercado?

Essa realidade não está distante e a Zebra Technologies é uma das companhias de TI que colaboram para a transformação digital desses negócios.

Como ela fez isso? Com um portfólio que conta com dispositivos inteligentes para leitura de código de barras, computadores móveis para garantir a produtividade do colaborador, entre outros.

“Atuamos na ponta com soluções para transformar a tecnologia em vantagem competitiva para as empresas”, explica o country manager da Zebra Technologies no Brasil, Vanderlei Ferreira.

A companhia realizou, em agosto de 2017, o estudo “Quão inteligente é a sua empresa?” para analisar quais e como as organizações ligam os mundos físicos e digitais para inovação, eficiência e crescimento.

Das 908 empresas entrevistadas, de noves países, apenas 5% podem ser consideradas inteligentes. Da infraestrutura de IoT, o código de barra está presente em 71% das organizações avaliadas.

TC20 da Zebra é um smartphone que lê códigos de barra 1D e 2D. Foto: Thulio Falcão/Tecnosense

Mas por que código de barra?

Você já percebeu que em tudo, praticamente, tem código de barra? Fruta, caixa de leite, roupas, computador, e por aí vai!

Ele é essencial porque identifica um produto, unidade logística, localização, documento, contêineres, cargas ou serviços.

Vou me usar como exemplo. Quando me mudei para São Paulo em dezembro, a entrega da geladeira, fogão e máquina de lavar atrasou mais de um mês. A empresa não sabia dizer onde meu pedido se encontrava.

Óbvio, depois de muito estresse, foi autorizado o envio de novos produtos, que também chegaram atrasados. Se eu entrar no site, hoje, ainda vejo meu pedido como “Em rota para entrega” – desde 21 de dezembro, ok!?

seo zebra código de barra transformação digital
Código de barra contém informações essenciais para empresa e consumidor. Foto: Thulio Falcão/Tecnosense

Daí a importância da empresa investir na transformação digital. A Zebra conta com impressoras de etiquetas RFID, smartphones com capacidade de ler códigos de barra 1D e 2D, entre outros produtos.

Com essas etiquetas e códigos, a empresa pode conseguir rastrear toda a cadeia de produção – do faturamento do produto até a entrega à loja ou ao consumidor final.

As vantagens são que esse investimento fortalece a operação da empresa já que a possibilidade de erros cai, aumenta a produtividade do colaborador e, claro, maior satisfação do consumidor final, ~exceto a minha~.

Transformação digital e o consumidor

Em um cenário que as expectativas de satisfação do consumidor continuam crescendo, as empresas não podem deixar a peteca cair.

A 10ª edição do Estudo de Satisfação do Consumidor da Zebra mostrou que os consumidores pensam estar melhores conectados que os vendedores das lojas – Boomers (15%), Gen X (32%) e Millennials (53%).

Embora 80% dos entrevistados ainda seguem até a loja para comprar algo, 64% compram online e enviam o pedido para casa, enquanto 43% compram online, mas retiram no estabelecimento.

Sem falar na expectativa de entrega e na falta do produto em estoque. A pesquisa mostrou que 66% dos usuários querem o pedido no mesmo dia ou no dia seguinte. Já 70% deixam a loja quando não há o item.

Daí a importância da empresa investir em toda uma infraestrutura de TI. Nós, consumidores, estamos conectados o tempo todo e esperamos que as marcas entendam nossas necessidades.

Mas quando uma empresa não consegue acompanhar isso, como ela vai se destacar da concorrência? E você? O que você espera de uma empresa “conectada”?