COMPARTILHAR

Depois de muito tempo com o Galaxy A8 em mãos, nada mais justo dar meu veredito sobre o aparelho. O smartphone intermediário da Samsung chegou em fevereiro deste ano e trouxe, como grande destaque, a câmera frontal dupla. Você pode conferir mais do lançamento e minhas primeiras impressões nos links abaixo:

Lançamento Galaxy A8

Primeiras impressões

Voltando ao aparelho, o Galaxy A8 mostrou ser uma ótima opção de intermediário, mais ainda para aqueles que pensam em trocar o smartphone por um com uma configuração mais “parruda”.

seo galaxy a8 samsung análise review
Foto: Thulio Falcão/Tecnosense

E eu listo alguns motivos para isso:

– Design: O design tijolão do A8 pode até incomodar, mas a pegada do aparelho é bastante confortável e mais segura. Se nas gerações passadas a impressão é que o smartphone iria escorregar a qualquer momento, aqui a chance é bem menor;

– Tela: Com tela de 5.6 polegadas e display infinito, o A8 traz uma imersão legal quando você assiste vídeos no YouTube ou aquela série na Netflix. A resolução Full HD “Plus” (2220×1080), presente no Galaxy S8 e Note8, deixa o conteúdo mais vivo e detalhado, ótimo para quem gosta de notar imperfeições.

– Armazenamento: O smartphone tem 64GB de memória interna. É bem suficiente se você adora instalar aplicativos de produtividade, jogos, guardar fotos e vídeos. Ainda é possível armazenar dados no serviço de nuvem da Samsung ou da Google.

– Dual chip: Melhor do que levar dois aparelhos na bolsa é ter a possibilidade de usar dois números em um único aparelho. O Galaxy A8 possui duas bandejas para o chip de operadora. Uma na lateral e outra na parte superior. O interessante é que, ao contrário de outras marcas que trazem entradas híbridas, aqui é possível utilizar dois chips e ainda um cartão microSD e aumentar o armazenamento do smartphone.

seo galaxy a8 samsung análise review
Foto: Thulio Falcão/Tecnosense

Câmera do Galaxy A8

A câmera traseira do Galaxy A8 tem 16MP com abertura f/1.7. Já a frontal tem um sensor com 16MP e outro com 8MP, os dois com abertura f/1.9.

O software é fácil de usar. Para quem não manja em controle de ISO, exposição, etc, o modo Automático não faz feio. Algumas fotos você pode ver na galeria abaixo:

Se você ama selfie, o software da câmera é bem equilibrado quanto ao recurso de embelezamento. Os últimos lançamentos de várias marcas trazem essa função embutida de uma forma que, mesmo desativada, você vira um boneco/a de cera.

No A8 ao menos você tem selfies mais naturais, sem a impressão de que um rolo de Photoshop foi usado. O Foco Dinâmico é outro recurso bem legal de se usar e bem funcional aqui. Com ele, você pode borrar o plano de fundo ou você, antes ou depois de tirar a foto.

Já na câmera traseira, o foco rápido é efetivo e as imagens são bem detalhadas. Embora em locais mais escuros a iluminação possa atrapalhar, não há tanta perda de qualidade no resultado final.

seo galaxy a8 samsung review
Foto: Thulio Falcão/Tecnosense

Mas por que eu não deveria considerar um Galaxy A8?

Depois de uma longa lista de coisas legais no aparelho, o Galaxy A8 também dá suas escorregadas enquanto smartphone intermediário. Confira:

– Bateria: o A8 tem 3.000 mAh de capacidade e carregamento rápido. Embora o telefone aguente muitas horas de uso – o menor tempo que consegui foi 12h após jogar muito Injustice 2 e acessar YouTube, Netflix e Spotify com 4G -, ele leva quase 2h para chegar a 100%. E se você faz algo no aparelho enquanto ele está na tomada, esse tempo aumenta consideravelmente. Aqui, a pressa é inimiga da carga.

– Desempenho: Com 4GB de memória RAM e um processador Exynos 7885 octa-core de até 2,2GHz, o smartphone trava um bocadinho. Deixar entre oito a 10 aplicativos abertos em segundo plano já é um motivo para ele ficar mais lento. O mesmo acontece para abrir aplicativos, são alguns segundos de espera até começar a ver o que Instagram, Facebook e outras redes têm a oferecer.

– Jogos: A Samsung trouxe nos últimos lançamentos o Game Launcher, aplicativo que serve para dar aquela potência no smartphone enquanto você joga. Mesmo com essa facilidade, o A8 é “vítima” de alguns fatores: as desenvolvedoras ainda não se adaptaram ao display infinito e o tamanho do aparelho atrapalha na jogabilidade, principalmente em jogos como Injustice 2, Bleach Soul Hunters e similares.

– Preço: Embora tenha chegado ao mercado por R$ 2.399, o Galaxy A8 pode ser encontrado a partir de R$ 1.799,10. É um preço ainda alto para quem pensa em ter seu segundo ou terceiro smartphone.

Seo galaxy a8 samsung análise
Foto: Thulio Falcão/Tecnosense

Por fim, o Galaxy A8 é…

… um aparelho interessante e que transita entre o público jovem e o que busca produtividade. A Samsung trouxe a Bixby ao smartphone e ela é bastante funcional, mas pode não atrair tanto aquele usuário que quer mais tirar fotos e se divertir nas redes sociais.

É inegável também que a Samsung tem uma das melhores câmeras do mercado e o A8 não falha nesse quesito. A impressão que tenho também é que a linha Galaxy A concorre com a família J, da própria Samsung.

Mesmo com a queda de preço do Galaxy A8, há opções mais baratas e semelhantes no mercado. Só é preciso pesar quais as suas necessidades com um smartphone e saber se ele é o ideal para o seu dia a dia.